Aspectos epidemiológicos da dengue em Araçuaí, médio Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais

  • Dhiego Gonçalves Pacheco
  • Lúcio do Carmo Moura
  • Rosana Passos Cambraia

Resumo

A dengue é uma doença infecciosa febril, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que no Brasil representa uma epidemia. O objetivo da pesquisa foi descrever os aspectos epidemiológicos dos casos de dengue notificados no município de Araçuaí, Minas Gerais, Brasil, no período de 2014 a 2018, de forma descritiva e quantitativa, com dados obtidos do Sistema de Informação de Agravos de Notificação. Utilizou-se o teste de correlação de Pearson para análise entre a incidência e as variáveis climáticas. No período foram notificados 1.138 casos de dengue, observou-se predomínio feminino (62,4%), faixa etária prevalente de 20 até 49 anos (54,6%) e nível de escolaridade foi o fundamental completo (14,6%). Observou-se o aumento progressivo da incidência de dengue nos anos de 2015 (1.443,92%), 2016 (1.046,84%) e 2017 (352,65%), e queda em 2018 (108,29%). Não foi observada correlação entre as variáveis climáticas e incidência. Conclui-se que, após a identificação dos aspectos epidemiológicos da dengue em Araçuaí, os resultados apontam o município como endêmico, caracterizado como área de média incidência. O monitoramento do vetor pelo setor de vigilância epidemiológica deve acompanhar rotineiramente a identificação das áreas de risco para a adoção de ações de controle e redução da doença no município.

Publicado
2019-07-21
Como Citar
PACHECO, Dhiego Gonçalves; MOURA, Lúcio do Carmo; CAMBRAIA, Rosana Passos. Aspectos epidemiológicos da dengue em Araçuaí, médio Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais. Revista Espinhaço | UFVJM, [S.l.], p. 43-51, july 2019. ISSN 2317-0611. Disponível em: <http://revistaespinhaco.com/index.php/journal/article/view/246>. Acesso em: 12 dec. 2019.
Seção
Artigos