Valor econômico e determinantes socioculturais dos produtos florestais não madeireiros na Reserva Transnacional W da Biosfera, Benim

  • Alice Bonou Fandohan
  • Belarmain Fandohan
  • Anselme Adegbidi
  • Brice Sinsin

Resumo

Este trabalho examina o valor econômico dos produtos florestais não madeireiros e sua contribuição para a renda da população que reside na Reserva Transnacional W da Biosfera em Benim. No estudo, 148 pessoas de dois grupos étnicos foram entrevistadas. Os dados foram analisados com base no método de estimativa indireta de custo de oportunidade e margem bruta. Os resultados mostram que a população local colhe cinco tipos de produtos: lenha (não comercializado) e quatro produtos comercializados (Vitellaria paradoxa, C.F.Gaertn, sementes e polpa de Parkia biglobosa (Jacq.) R. Br. ex G. Don e folhas de Adansonia digitata L.). A média da contribuição dos produtos comercializados dentre os entrevistados foi estimada em XOF 255,484 ($US 510.968) (desvio padrão: XOF 37,109), representando cerca de 11,46% da renda anual dos domicílios. Grupos de idade e aspectos sociolinguísticos foram os maiores determinantes da exploração de produtos florestais não madeireiros. Tendo em vista o valor desses produtos para as comunidades, deve-se priorizar a domesticação e conservação as plantas identificadas neste estudo.

Publicado
2019-07-21
Como Citar
FANDOHAN, Alice Bonou et al. Valor econômico e determinantes socioculturais dos produtos florestais não madeireiros na Reserva Transnacional W da Biosfera, Benim. Revista Espinhaço | UFVJM, [S.l.], p. 13-23, july 2019. ISSN 2317-0611. Disponível em: <http://revistaespinhaco.com/index.php/journal/article/view/243>. Acesso em: 12 dec. 2019.
Seção
Artigos