Análise geoestatística da segregação socioespacial em Divinópolis, Minas Gerais: o Programa Minha Casa Minha Vida em perspectiva

  • Júlio César Tavares de Paiva Silva
  • Mauro César Cardoso Cruz
  • Marlon Fernandes de Souza

Resumo

O Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) apresentou grande impacto na construção de habitações de interesse social no Brasil, assumindo um protagonismo decisivo para a dinâmica do mercado imobiliário nacional. O presente estudo objetiva avaliar espacialmente a dinâmica socioeconômica da cidade de Divinópolis/MG no âmbito do PMCMV, com base na aplicação de técnicas de geoestatística e de análise espacial. Pretende-se compreender melhor as repercussões de projetos do Programa licenciados entre 2008 e 2016 na dinâmica urbana local. Em Divinópolis, percebe-se que a distribuição socioespacial se caracteriza por grupos de renda mais baixas localizados nas áreas periféricas e grupos de maior rendimento localizados em áreas centrais e integradas. Em relação aos empreendimentos do PMCMV, a grande maioria está instalado nas áreas caracterizadas pelos primeiros grupos supracitados, intensificando a segregação socioespacial na cidade.

Publicado
2017-12-20
Como Citar
SILVA, Júlio César Tavares de Paiva; CRUZ, Mauro César Cardoso; SOUZA, Marlon Fernandes de. Análise geoestatística da segregação socioespacial em Divinópolis, Minas Gerais: o Programa Minha Casa Minha Vida em perspectiva. Revista Espinhaço | UFVJM, [S.l.], p. 27-35, dec. 2017. ISSN 2317-0611. Disponível em: <http://revistaespinhaco.com/index.php/journal/article/view/172>. Acesso em: 18 sep. 2018.
Seção
Artigos